Autoconhecimento

Você confia no fluxo da vida?

Gosto muito do trabalho e reflexões da Giti Bond (clique aqui para acessar o Canal do YouTube dela, que tem conteúdos maravilhosos!) e em uma das lives dela, foi falado sobre Confiança. Os pontos que a Giti trouxe me tocaram muito e resolvi compartilhar um pouquinho do que foi abordado.

Muitas vezes dizemos para nós mesmo que estamos “confiantes” acerca de alguma situação.
Ter confiança em algo não significa ficar vibrando com a expectativa de que tudo aquilo que desejamos irá acontecer e que o que não desejamos ficará longe de nós. A verdadeira confiança vem de um lugar maior, muito distante dos nossos medos, expectativas e desejos.

Confiar signfica estar aberto e receptivo para o que quer que aconteça, seja isso do nosso agrado ou não. É observar a vida como ela é e tudo o que ela traz, com acolhimento e amorosidade. Confiar consiste num grande SIM para a vida… incluindo para aquilo que preferíamos dizer não.

Parece um conceito bem simples – e na realidade até é – mas bem desafiante de se viver na prática. Requer um olhar muito atento e consciente a tudo que nos rodeia e motiva.

De imediato, pensamos que se algo que queremos muito não acontece, é porque deu errado. No entanto, nada pode dar errado… afinal não existe erro na providência divina.

Confiar no fluxo da vida não significa largar mão de tudo, não se comprometer ou nunca planejar nada… mas sim se colocar num estado de plena presença, sem lutar contra a vida. A diferença aqui é que faremos planos com presença, sem se agarrar ao desdobramento dos eventos. Afinal, todo controle que achamos que temos é ilusório.

Podemos achar que o que estamos vivendo é ruim. Mas quem disse que isso é ruim?
Não existe desafio maior do que o amor que reside em nós 🙂

Confira também...

Sem comentários

    Deixe um comentário